(31) 99237-3000 ou (31) 99891-2350 | (31) 3653-1797 ou (31) 3586-1797

Empresa própria ou franquia de coxinha: qual o melhor investimento?

O comércio de alimentos é um tipo de negócio que tem retorno praticamente garantido e raramente passa por dificuldades, não importa o tamanho da crise econômica. Se você está pensando em entrar no ramo, já deve ter se deparado com a dúvida: é melhor abrir uma empresa própria ou uma franquia de coxinhas?

Essa resposta vai depender de vários fatores e, principalmente, do perfil do empreendedor e de seus planos futuros. Hoje, vamos mostrar os prós e contras de cada modelo e ajudar você a escolher o melhor!

Franquia

Uma franquia é um modelo de negócio pronto, com marca, marketing e posicionamento de mercado bem definidos. A maior preocupação das franquias é a padronização de suas unidades e alcance, sendo boa opção para quem deseja mais segurança.

Prós

Quem opta por esse modelo de negócio pode contar com a segurança de já ter uma espécie de roteiro sobre qual caminho seguir. Além disso, conta com mais chances de conseguir crédito bancário, uma vez que há alta estabilidade nesse tipo de negócio.

Também, o investimento em equipamentos, marketing e decoração será menor, já que é comum que redes de franquias façam compras maiores, garantindo vários descontos. Para empreendedores que não se sentem confortáveis com muitos riscos, o fato de franquias terem baixa mortalidade nos primeiros anos é um grande atrativo.

Contras

Apesar de ter tantas facilidades, contratos de franquias podem trazer diversos problemas a que o franqueado deve estar atento. Um exemplo são os custos de manter esse tipo de negócio, que abarca taxas de marketing, destinação de parte do lucro para o franqueador e investimentos nas operações da franquia.

Outro problema recorrente é a limitação de escolhas para o franqueado. Muitas vezes, não se pode escolher o local e, em alguns casos, não é permitida qualquer alteração no visual e cardápio.

Por isso, ao escolher a franquia, é importante realizar uma pesquisa de mercado, para verificar se é realmente interessante ter esse tipo de produto e serviço na região.

Empresa própria

Abrir uma empresa própria pode ser uma grande aventura, especialmente para quem nunca teve um negócio antes. Essa opção requer mais capacitação, mas dá muito mais liberdade ao empreendedor.

Prós

Uma coisa muito valorizada no comércio de alimentos, além da garantia de segurança e qualidade dos produtos, são os sabores e experiências únicas que vêm com a comida. E um jeito de garantir isso é produzindo tudo do seu jeito.

Por isso, uma empresa própria pode ser uma ótima opção para quem gosta de criar e conhece bem os hábitos dos possíveis clientes. Com a estratégia certa, é possível cativar um mercado e garantir altos lucros.

A flexibilidade proporcionada por esse tipo de negócio também é um ponto forte. Com experiência e atenção às mudanças do mercado, é possível adaptar os produtos e serviços de acordo com as novas tendências e necessidades. O controle total do negócio também garante que se escolha tudo, inclusive a estratégia de marketing e posicionamento.

Além disso, caso o empreendimento se desenvolva bem, dentro de alguns anos, é até possível transformá-lo em uma franquia e espalhar sua visão pelo país!

Contras

Para começar um empreendimento, é bom que se tenha um bom conhecimento sobre as burocracias e sobre o mercado consumidor em que se deseja entrar. Além disso, é importante ter um bom planejamento e estar preparado para o caso de a empresa não passar do primeiro ano, algo relativamente comum.

Um problema que pode ser enfrentado é a baixa disponibilidade de crédito bancário para empreendedores, dificultando a compra de equipamentos e a preparação do ponto de venda.

Abrir uma empresa própria parece assustador, porém, pode ser uma ótima oportunidade de aprender muito e ainda realizar um sonho. Em muitos casos, pode ser melhor do que abrir uma franquia, principalmente para quem vai começar em pequena escala e precisa de maior controle sobre os gastos e um retorno rápido.

Já sabe o que fazer? Agora você pode nos acompanhar nas redes sociais! Nos siga no Facebook, Youtube e Twitter!

AnteriorPróximo